ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

INSTRUMENTOS MUSICAIS E SUAS FAMÍLIAS

Última modificação : Sábado, 12 Novembro 2016 15:18


 


NAIPES ORQUESTRAIS


 

São quatro as famílias ou naipes de instrumentos: Cordas, Madeiras, Metais e Percussão.

 

Cada família – naipe – tem suas características. Nas cordas, os músicos produzem o som ao passarem um arco por cordas retesadas, ou mesmo ao dedilharem as mesmas. Já nas madeiras e metais, os sons são produzidos pelo sopro dos músicos. Por fim, dos instrumentos de percussão os músicos obtém o som ao percutirem-nos ou agitá-los.



 

A FAMÍLIA DAS CORDAS

 

As cordas são a base das orquestras, pois constituem mais da metade dos instrumentos da mesma. Esta família é formada por: violinos, violas, violoncelos, contrabaixos e harpas.

 

Comparando esses instrumentos com as vozes humanas temos:

 

. os violinos executam as vozes femininas: soprano e contralto

 

. as violas e os violoncelos executam as vozes masculinas: tenor e baixo

 

O violoncelo, por exemplo, pode reproduzir a altura das quatro vozes, porém é um instrumento mais próprio para o registro grave. Já a viola, tem extensão para três vozes: tenor, contralto e soprano.

 

O contrabaixo é nas cordas o instrumento de dobra do baixo, executando essa voz uma oitava abaixo. Já a harpa, é um instrumento completo, que tem possibilidade de executar a melodia e a harmonia ao mesmo tempo, tal qual o piano.


Vídeo | Instrumentos de cordas friccionadas

I


 

A FAMÍLIA DAS MADEIRAS

 

Os instrumentos da família das madeiras são responsáveis pela maioria dos solos dos sopros e fazem a ligação entre as cordas e os metais, bem como ajudam a manter a afinação de todo o conjunto. Aliás, a nota da afinação de toda a orquestra – o Lá3 – parte de um dos instrumentos do grupo das madeiras: o oboé.

 

Os instrumentos da família das madeiras são: flautas, flautins ou piccolos, oboés, corne inglês, clarinetas, clarinetas baixo ou clarones, fagotes e contra fagotes.

 

Esses instrumentos tem como característica principal a presença de palheta – simples ou dupla – e chaves.


Vídeo



 

SAXOFONE

 

Inventado em 1840 por Adolf Sax, tem sua própria família criada pelo inventor – soprano, barítono, alto e tenor. Ela aparece completa apenas nas Bandas Civis, Militares e de Jazz e ainda na Orquestra Jazz Sinfônica, que é uma mistura de Sinfônica com Jazz.


Os saxofones não são considerados instrumentos de orquestra sinfônica. Nas poucas obras sinfônicas onde existe parte para saxofone, ele fica junto das madeiras.


Saiba mais sobre o saxofone



 

A FAMÍLIA DOS METAIS

 

Os sons dos Metais é também produzido pelo sopro dos instrumentistas. Como o próprio nome sugere, eles são construídos de uma liga de metais e cada instrumento consiste em um tubo dobrado ou enrolado no qual é colocado um bocal em uma das extremidades, onde o próprio músico sopra. A outra extremidade se alarga formando uma campânula – ou campana onde o som se projeta.

 

A característica básica dos instrumentos da família dos metais é a presença de um bocal e de válvulas – ou pistos. Os trombones podem ser de válvulas ou de vara.

 

A família dos metais é formada por: trompas, trompetes, trombones e tuba.


Vídeo



 

A FAMÍLIA DA PERCUSSÃO

 

Ao fundo do palco podemos ver a família da percussão. É um naipe vastíssimo que inclui: tímpanos, tambor, bombo, caixa clara, xilofone, triângulo, pratos e carrilhão, entre outros. Esta família é poderosa em termos de volume de som e por esta razão fica alojada no fundo do palco.

 

Para que esses instrumentos produzam som, temos que bater ou agitá-los. Alguns deles, como o tímpano e o xilofone, são afinados, podendo tocar uma melodia, ao passo que os demais não são afinados, produzindo desde toques suaves até ruídos ensurdecedores. A função básica dos instrumentos de percussão é ajudar a manter o ritmo das obras musicais.


Vídeo

 


 

PIANO

 

Quando o piano começou a entrar no seu auge, no final do classicismo e início do romantismo, era visto e tratado apenas como instrumento solista. A orquestra estava em processo de crescimento - Beethoven já começa a tratar a orquestra de uma forma mais grandiosa do que Mozart, por exemplo .


O piano já era um instrumento cheio de possibilidades - instrumento sinfônico, mas não se pensava em usá-lo como instrumento de orquestra. Isso muda ao longo do tempo, pois no séc. XX o piano passa a ser considerado como instrumento de orquestra. Stravinsky (Petrushka, Firebird), Villa-Lobos (Bachianas 2),  Shostakovich (Sinfonia 5) e Mahler (Sinfonia 8) utilizaram o piano como parte integrante da orquestra . Hoje já existe teste para piano integrante da orquestra ou piano correpetidor.


Vídeo



VÍDEOS EDUCATIVOS:

 

Instrumentos da orquestra

 

Conheça os Instrumentos de uma Orquestra Sinfônica (animação)

 

Instrumentos Musicais e seus respectivos sons



 

Leia também:  

 

. Orquestra - Conceituação

 

. Orquestra - Origens

 

. Orquestra Barroca

 

. Orquestra Clássica

 

. Orquestra Romântica

 

. Orquestra hipertrofiada

 

. Orquestras modernas

 

. O papel do Maestro

 

 

 


 

Fonte: Introdução às Orquestras e Seus Instrumentos – Nelson M.Gama

Acervo pessoal de pesquisa