ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

18 anos de Sala São Paulo

Última modificação : Segunda, 02 Janeiro 2017 14:19


 

 

O imponente edifício da Estrada de Ferro Sorocabana abriga hoje a Sala São Paulo. Sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, ela é uma das mais importantes casas de concertos e eventos do país. Tombada como patrimônio histórico pelo Condephaat, a Sala São Paulo foi inaugurada em 9 de julho 1999 com a apresentação da sinfonia “A Ressurreição”, de Gustav Mahler, pela Osesp.

 

Vídeo:

Sinfonia “A Ressurreição”, de Gustav Mahler

Regência: Isaac Karabtchevsky
Orquestra Sinfônica Heliópolis

 

http://youtu.be/nIcPFj3dhbc

 


Projetado por Christiano Stockler das Neves ― período em que a cidade, estimulada pelo café e pela ferrovia, crescia em ritmo acelerado ― o prédio que hoje sedia a Sala São Paulo é marcado pela sobriedade dos ornamentos e detalhes do estilo Luís XVI. Foi concluído somente em 1938, quando a urbanização de São Paulo já se caracterizava pela presença de automóveis, minimizando a utilização de bondes e trens.

 

Vídeo:

http://youtu.be/KYJmqku26rk

 


A Sala São Paulo é considerada uma das mais modernas salas de concertos do mundo. Foi construída com um novo parâmetro tecnico-acústico, o teto móvel, uma grande inovação tecnológica que ajusta a qualidade do som de acordo com o tipo de música a ser tocada.

 

Vídeo:

Conheça os segredos da boa acústica da Sala SP 

http://youtu.be/oJL7oKHvUAY

 


Quem visita a Sala São Paulo pode ter acesso à “Mediateca”. O espaço disponibiliza livros, partituras, revistas, jornais, programas de concertos da Osesp e de outras orquestras, gravações e vídeos de referência em CDs, DVDs, além de registros sonoros de concertos e partituras de bolso. A Mediateca do Centro de Documentação Musical Maestro Eleazar de Carvalho fica no 1° andar da Sala São Paulo e é aberta ao público em geral.

 

Vídeo: 

http://youtu.be/3vpdG4JrbY0