ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Abaddo e a Música Contemporânea

Última modificação : Sexta, 24 Janeiro 2014 15:31


 

Faleceu ontem o maestro Claudio Abbado. O fato tem sido lamentado por todo o meio musical, incluindo ouvintes, por vários motivos. Abbado foi sem dúvida um dos maiores regentes dos séculos XX e XXI, tendo atuado como diretor musical do Teatro La Scala de Milão (sua cidade natal) e da Ópera Estatal de Viena, Maestro da Orquestra Sinfônica de Londres, Maestro convidado da Sinfônica de Chicago, Maestro da Orquestra Filarmônica de Berlin. Criou ainda festivais importantes como o Festival de Lucerna e o Wien Modern. Incentivou jovens músicos. E, para quem gosta de gravações, definitivamente deixou sua marca através delas, principalmente no selo Deutsche Grammophon.

 

Mas, entre as suas façanhas e qualidades, vejo uma acima de todas as outras: a de tratar a música moderna e contemporânea com respeito e incluí-la naturalmente no seu repertório. Defendia a música contemporânea e a divulgava entre seus alunos. Enquanto foi diretor do La Scala (1968 a 1986), programou em média uma ópera contemporânea por ano. E criou, em 1988, o Festival Wien Modern, com o objetivo de divulgar a música de nosso tempo. Como regente, não se furtou a executar a música de compositores como Alban Berg, Stockhausen, Luigi Nono e Schönberg, entre outros.

 

Essa, ao meu ver, é a única postura possível num grande artista: a de render homenagens ao passado, claro, mas sempre dialogando com a arte de seu tempo. Afinal, porque algumas pessoas ficam ávidas para ouvir novas gravações, novas interpretações, novos intérpretes e abrem mão da possibilidade de ouvirem novas obras, novos compositores, novas sonoridades? Porque limitar a escuta da música clássica àqueles que foram revolucionários e atuais, mas há mais de 150 anos? Abbado não se conformou com isso e assim foi grande. Ouvia, estudava, ensinava e interpretava a música de compositores de seu tempo. Um artista de sua época que, sem dúvida, deixou um legado relevante para música mundial. Que seu exemplo seja seguido. E que descanse com a certeza de ter, com brilhantismo, feito a sua parte.

 

Texto de Sérgio Roberto de Oliveira

Compositor