ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

GERSHWIN, GEORGE (1898-1937)

Última modificação : Sábado, 25 Janeiro 2014 17:31



AMERICANO - MÚSICA MODERNA - AMÉRICA DO NORTE - 379 OBRAS

 

Gershwin foi um dos compositores mais talentosos e bem-sucedidos do século XX, tendo morrido cedo tragicamente. Conquistou seu primeiro sucesso na Broadway em 1919, e seu primeiro sucesso "clássico" em 1924, permanecendo um mestre em ambos os estilos.

 

26/9/1898, Nova York, EUA

11/7/1937, Hollywood, Califórnia, EUA

 

Nascido no Brooklyn, Nova York, com o nome de Jacob Gershowitz, filho de pais imigrantes judeus, oriundos da Rússia, aos 15 anos George já era um talentoso pianista e deixou o colégio para trabalhar como sonoplasta no New York´s Tin Pan Alley (onde se encontravam os mais importantes editores de música).

 

George compôs a maioria das suas obras em parceria com o seu irmão Ira Gershwin. Entre 1920 e 1924, escreveram canções para as revistas de teatro e conheceram Paul Whiteman, que contratou George para escrever uma peça de jazz para um concerto. O resultado foi "Rapsody in Blue".

 

Depois fez outros trabalhos voltados para o clássico, como "Um americano em Paris" (1928) e "Segunda Rapsódia" (1931). Com seu irmão Ira, compôs os musicais "Lady Be Good" (1924), "Strike Up The Band" (1927), "Girl Crazy" (1930) e "Of Thee I Sing" (1931), a primeira comédia musical a ganhar o prêmio Pulitzer.

 

Gershwin compôs para a Broadway e para o teatro de concerto clássico e a sua música reúne elementos destes distintos universos. Conheceu igualmente o sucesso na autoria de canções populares. Entre as suas composições, muitas foram para o cinema e algumas se tornaram clássicos do jazz, em particular as gravadas por Ella Fitzgerald, com Louis Armstrong.

 

Uma das ambições de Gershwin era a criação de uma ópera, e a realizou com "Porgy and Bess", em 1935, baseada num livro de DuBose Hayward, com letras do próprio autor e de Ira Gershwin.

 

Música. A importância de Gershwin na história da música "clássica" americana não deve obscurecer o fato de que ele era essencialmente um compositor de canções. Seu gênero não precisava de mais que a grade de quatro minutos de canção popular, com sua estrutura previsível de versos e refrão.

 

Elas eram de vários tipos: vigorosas canções marciais, como "Swanee" e "Strike up the Band"; rápidas e sincopadas, como "Fascinating Rhythm" e "I got Rhythm"; a balada lenta romântica, como as famosas "Someone to Watch over Me" e "Embraceable You"; e a canção de andamento médio, com batida irresistível, como "Nice Work if You Can Get It". Embora formalmente simples, essas canções eram enriquecidas por modulações de incrível originalidade.

 

As frases regulares em compasso binário ou quaternário de suas canções são recorrentes nas obras de concerto, e em sua ópera "Porgy and Bess", assim como as características harmonias "blue note" da música afro-americana. As obras de concerto exploram o apelo melódico e o acúmulo de contrastes, embora o Concerto em Fá maior mostre notável sutileza formal.

 

George morreu dois anos depois, aos 38 anos, vítima de um tumor cerebral.

 

 

 

Página oficial de George Gershwin:

http://www.gershwin.com/

 

 

 

 

Fontes:

UOL Educação - Biografias

Guia Ilustrado de Música Clássica Zahar