ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

AGOGÔ

Última modificação : Sexta, 24 Junho 2016 15:04


 

Família: idiofones

 

O agogô ou é um instrumento musical de metal usado no candomblé, na capoeira e no samba. Compõe-se de dois pedaços de ferro, um menor que outro, ou dois cones ocos e sem base, de tamanhos diferentes, de folhas de flandres, ligados entre si pelos vértices. O nome vem de akokô, palavra nagô que significa “relógio” ou “tempo”, assim como um som extraído de um instrumento metálico.Para se tirar som desse instrumento bate-se com uma baqueta de madeira nas duas bocas de ferro do instrumento, também chamadas de campânulas. O seu som é produzido pela sua vibração. É o próprio corpo do instrumento que vibra para produzir o som, sem a necessidade de nenhuma tensão.



Agogo © Wikipedia.org - Foto do arquivo pessoal Alno

 

 

Na religião

Pode ser composto de duas ou três campânulas presas por uma haste de ferro, pertence ao Orixá Ogum, usado no candomblé onde também é chamado de Gã e em outras religiões afro-brasileiras, por isso é o primeiro instrumento que deve ser tocado nas liturgias dos cânticos. Como é um objeto sagrado, antes do seu uso deve passar por rituais litúrgicos de consagração, isso implica banho de folha, ervas, sacrifícios vegetais, animais e minerais para adquirir o (axé) "força vital" no sentido de interferir no transe dos iniciados. No candomblé é tocado com o aguidavi *.

 

(*) Aguidavi são varetas utilizadas para a percussão dos atabaques no candomblé na nação ou cultura Ketu-Nago. São confeccionadas com pequenos galhos das árvores sagradas do candomblé, geralmente da goiabeira (psidium guaiava) e araçazeiro (psidium littorali), medindo cerca de trinta (30) a quarenta (40) centimetros.

 

 

Na capoeira

Faz parte da "bateria" da roda da capoeira, onde é mais conhecido por "" - nome este que vem de akokô, palavra nagô que significa "relógio" ou "tempo", assim como um som extraído de um instrumento metálico.