ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

BANDONEON

Última modificação : Sexta, 22 Abril 2016 14:49



O bandoneon é um instrumento musical de palhetas livres, semelhante a uma concertina, utilizado principalmente no Rio de la Plata, Uruguai e Argentina, onde é o principal instrumento da orquestra de tango. O executante do bandoneon é chamado de bandoneonista.

 

O bandoneon foi inventado pelo músico alemão Heinrich Band (821-1860). O nome original alemão bandonion refere-se ao sobrenome de Band. Foi criado para ser usado na música religiosa e na música popular alemã, em contraste à concertina, que era considerada um instrumento folclórico. Imigrantes alemães levaram, no início do século XX, o bandoneon para o Rio de la Plata, onde ele foi incorporado à música local .

 

O bandoneon produz o som a partir da vibração de palhetas de aço rebitadas em chapas de metal que podem ser de zinco ou alumínio. Na execução do tango é preferível o instrumento com chapas de zinco pelo peso, que permite versatilidade no staccato típico da marcação do tango, bem como pela doçura tímbrica.

 

Há vários modelos de bandoneon e layouts de escalas, desde instrumentos com 52 botões (104 tons) até 78 tons ( 156 tons). O bandoneon pode ser bissonoro ou unissonoro (equivocadamente chamados de diatônico e cromático, respectivamente). Não existe bandoneon diatônico pois isso equivale a instrumentos que estão construídos sobre duas escalas relativas, o que não é o caso do bandoneon bissonoro pois pode-se facilmente executar uma escala cromática completa com ambas as mãos.

 

O bandoneon padrão do tango é o modelo Reinische tonlage de 71 botões (142 tons) com apenas duas chapas de zinco e afinação a 442Hz. Apesar disso, existem desde bandoneons de estudo com apenas uma chapa por nota até os com quatro chapas. Os modelos diferentes do de duas chapas não são utilizados no tango por não terem o timbre característico.

 

O bandoneon é feito de madeira, couro, papelão, alpaca, zinco/alumínio, aço e galatita. O fole é confeccionado em papelão, tendo os cantos recobertos por couro (marroquim) e cantoneiras externas de alpaca. Pode também ser enfeitado com outros adornos em alpaca (que muitos insistem em dizer ser "prata alemã"). O madeiramento dos antigos instrumentos alemães é feito em pinho alemão com lustro a goma-laca (salvo algumas exceções) e pode apresentar incrustações em nácar (madrepérola). Os botões são feitos de galatita com olho de madrepérola ou até de botões de madeira. As chapas com as palhetas são presas aos castelos por pregos e não com cera como no acordeon. Outra diferença é que as chapas são inteiriças, ou seja, trazem várias palhetas rebitadas na mesma chapa enquanto no acordeon há apenas duas palhetas por chapa. Essa característica torna a afinação do instrumento muito trabalhosa e difícil.

 

 

Para conhecer mais da história deste instrumento:

Proyecto Bandomecum Bandoneon's Portal Page (Español) 

 

 

Vídeo

 

Vídeo






 

Fonte consultada:

Wikipedia.org