ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

L´ORFEO, SV 318

Última modificação : Terça, 23 Fevereiro 2016 16:16


 

MONTEVERDI, CLAUDIO (1567-1643)

ITALIANO – ERA BARROCA - 254 OBRAS

 

ORFEU, SV 318

 

Favola in musica * em um prólogo e cinco atos

Ano da composição: c.1607

Primeira apresentação: 24 de fevereiro de 1607, Palazzo Ducale, Mântua

Primeira publicação: 1609 e em 1615, Veneza

Libreto: Alessandro Striggio II (c.1573–1630), com base em Eurídice (1600), de Ottavio Rinuccini

Dedicatória: Francesco IV Gonzaga, Duke of Mantua (1586-1612)

Idioma: Italiano

 

Instrumentação original de Monteverdi:

2 cornetos; 4 trompetes; 5 trombones; 2 piccolos (flautins); 2 violinos piccolo; 10 instrumentos da família do violino (viole da brazzo) em 2 grupos de 2 violinos, 2 violas, e cello; 2 double basses (violones); 2 cravos ; 3 chitarroni (teorba); 3 violas da gamba baixo; 1 harpa; 2 orgãos de tubo pequenos e 1 portable reed organ (‘Regal’) (harmônio).

 

(*) Favola in musica (It., "história [ou lenda] em música): designação encontrada nas folhas de rosto e nas partituras de libretos operísticos do século XVII. A formulação "in musica", em vez de "per musica" pode ter a intenção de destacar a contribuição do compositor - Dicionário Grove de Música, edição concisa.

 

 

Costuma ser considerada a primeira ópera, mas a evolução da ópera foi gradual e não sustenta essa conveniente alegação. Ainda assim, L´Orfeo é o mais antigo exemplo de síntese bem sucedida do que define a ópera: texto cantado, personificação dramática, cenários e música. Começando em ambiente alegre, passa pelo trauma e a dor para mergulhar até o Inferno. A obra oscila, na verdade, entre esperança e desespero, louvor e lamento. Imortalizado, Orfeu enfim transcende suas paixões extremadas. Depois de Monteverdi, as emoções fortes continuariam sendo a essência da grande ópera.

 

Na véspera da estreia de L´Orfeo, o aristocrata Carlo Magno, da corte de Mântua, escreveu que a obra era inusitada porque "os atores cantam seus papeis". Ele também receava que o salão ficasse cheio demais.

 

 

Papeis principais:

Hades (o inferno), o céu e lugares entre os dois, entre eles a Trácia, na Antiguidade mitológica

 

. A Música, soprano - A personificação da música

. Orfeo, tenor - Pastor e músico

. Eurídice, soprano - Mulher de Orfeu

. Silvia, soprano - Do séquito de Eurídice

. A Esperança, soprano - Acompanhante de Orfeu ao Hades

. Caronte, baixo - Barqueiro do rio Estige

. Plutão, baixo - Deus do submundo.

 

 

Vídeo

 

 

 

 

 

Fontes:

. Guia Ilustrado da Ópera Zahar

. IMSLP/Petrucci Music Library