ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

LA SERVA PADRONA

Última modificação : Terça, 19 Abril 2016 15:31


 

PERGOLESI, GIOVANNI BATTISTA (1710-1736)

ITALIANO - ERA BARROCA - 30-80 OBRAS

 

A CRIADA PATROA

 

Intermezzo em duas partes

Ano da composição: 1733

Primeira apresentação: 28 de agosto de 1733, Teatro San Bartolomeo, Nápoles, Itália

Libreto: Gennaro Antonio Federico.

 

La serva padrona agrada às plateias desde a estreia, em 1733, quando funcionou literalmente como intermezzo: um divertimento "entre os atos" de uma atração principal mais solene. La serva padrona foi apresentada no intervalo de Il prigioner superbo, uma opera seria do próprio Pergolesi, sendo o primeiro intermezzo a ganhar vida própria. Em 20 anos, esse revolucionário relato do amor de um homem por sua criada encantou plateias em Florença, Veneza, Desden, Hamburgo, Praga, Paris, Viena, Copenhague, Londres e Barcelona. Em 1752, desencadeou em Paris a querelle des bouffons: uma ”guerra" de conotações políticas em torno dos méritos dos teatros musicais francês, reverente, e italiano, irreverente. La serva padrona provocou reformas que levaram às óperas de Gluck e abriram caminho para as de Mozart. Montada em Baltimore, Maryland, em 1790, está também entre as primeiras óperas encenadas nos Estados Unidos.

 

Pergolesi não foi o primeiro a usar esse enredo num intermezzo inspirado na tradição cômica popular surgida em Nápoles. Pimpinone, de Georg Philipp Telemann, estreou oito anos antes em Hamburgo com a mesma trama.

 

 

Papeis principais:

Nos aposentos de Uberto, pela manhã

 

. Uberto, baixo - Um solteirão

. Serpina, soprano - Sua tirânica criada

. Vespone, papel mudo - Criado mudo de Uberto.

 

 

Vídeo




 

 

 

Fonte:

Guia Ilustrado da Ópera Zahar