ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

LULU

Última modificação : Quinta, 25 Maio 2017 12:16


 

ALBAN BERG (1885-1935)

AUSTRÍACO - segunda escola vienense - 83 obras

 

 

Ópera em prólogo e três atos

Ano da composição: 1928-1935: Ato III concluído por Friedrich Cerha, em 1974

Data da estreia da versão incompleta (dois atos) deixada pelo compositor: 02 de junho de 1937, em Zurique, com regência de Denzler.

A versão integral, com o terceiro ato concluído por Friedrich Cerha, estreou no Ópera de Paris, em 1979, som regência de Pierre Boulez.

Libreto: Berg, com base nas peças Erdgeist (1895) e Die Büchsë der Pandora (1903), de Frank Wedekind.

 

Considerada um marco da ópera atonal, embora ao morrer, em 1935, Berg tivesse orquestrado apenas os dois primeiros atos. O terceiro e último ato seria completado cerca de 40 anos depois pelo austríaco Friedrich Cerha. Formalmente precisa e complexa, mas também rica em desdobramentos psicológicos, é ainda hoje uma ópera chocante, construída em torno de um anjo negro de forte carisma sexual, Lulu. Para alguns, temas como obsessão, luxúria, males desfigurantes e violência são gratuitamente escandalosos. Mas Berg compunha na Viena de Sigmund Freud, onde a hipocrisia moralista nutria desejos inconfessáveis. A destemida Lulu ainda hoje sobe aos palcos como um animal selvagem que acaba de ser solto da jaula. Desde 1979, a versão completa vem sendo apresentada em grandes teatros de ópera de todo o mundo.

 

A Real Escola de Equitação da Dinamarca, no Palácio de Christianborg, foi o cenário de uma montagem de Travis Preston em 1996. Na cena do camarim do teatro, no Ato I, a soprano americana Constance Hauman (Lulu) cantava nua.

 

Friedrich Cerha - Nascido em Viena em 1926, o compositor austríaco foi membro ativo da vanguarda artística da cidade nas décadas de 50 e 60. Valeu-se das anotações de Berg e da orquestração parcial do Ato III para concluir Lulu em 1974. A versão integral da ópera foi montada pela primeira vez em Paris em 1979, sob a regência de Pierre Boulez. Entre as óperas de Cerha encontra-se Baal, baseada na peça de Bertold Brecht de 1923.

 

 

PAPEIS PRINCIPAIS

O atelier de um pintor, salas de estar, o camarim de um teatro, um cassino em Paris e um sótão em Londres

 

. Lulu, soprano - Uma dançarina sedutora

. Dr. Schön/Jack o Estripador, barítono - Diretor de um jornal/Assassino

. Condessa Geschwitz, mezzo-soprano - A noiva lésbica de Schön

. Alwa, tenor - Um compositor, filho do Dr. Schön

. Schigolch, baixo - Um velho que se passa por pai de Lulu

. O Pintor/O Negro, tenor - Segundo marido de Lulu/Cliente sexual

. O Príncipe/O Marquês, tenor - Cortejador de Lulu/Proxeneta que trai Lulu

. O Domador/O Acrobata, baixo - Apresentador da ópera/Apaixonado por Lulu.

 

 

Vídeo

 


 

 

FONTES BIBLIOGRÁFICAS:

. Guia Ilustrado da Ópera Zahar, Edição Brasileira de 2010, Jorge Zahar Editor

. Kobbé O Livro Completo da Ópera, Edição Língua Portuguesa de 1991, Jorge Zahar Editor