ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

RABECA

Última modificação : Sexta, 19 Fevereiro 2016 14:45


 

Família: cordas friccionadas

 

Termo genérico para qualquer instrumento de cordas tocado com arco. Coloquialmente, "rabeca" é usado sobretudo para um membro da família do violino ou para a pochette. Já o rabecão, designa o violoncelo. Durante a Idade Média e o início do Renascimento, o termo era usado não apenas para instrumentos de arco em geral, mas também particularmente para o tipo hoje conhecido como a rabeca medieval. A palavra "rabeca" é usada tradicionalmente em Portugal e no Brasil para designar os instrumentos de corda friccionada com arco.

 

O desenho da rabeca medieval variava, sendo mais comum as formas ovais, elípticas ou retangulares, enquanto no sul da Europa era comum uma rabeca em forma de pá. As cordas eram geralmente de tripa. A rabeca não tinha afinação universal. Tinctoria escreveu que a "viola" tinha três quintas e uníssonos. A rabeca medieval era tocada em todas as esferas da sociedade. Era usada para acompanhar canções e em ocasiões especiais na igreja, particularmente aquelas de natureza não litúrgica.

 

De tom mais baixo que o do violino, tem um timbre fanhoso e percebido, geralmente, como tristonho. Existem rabecas de três, quatro, e mais raramente, de cinco cordas. As cordas podem ser de tripa ou aproveitadas de outros instrumentos como o cavaquinho, bandolim ou violão. Suas afinações variam de acordo com o rabequeiro. Podem ser afinadas em quartas (ré, sol, do, fá -D,G,C,F) ou afinadas, por quintas, em sol-ré-lá-mi, como o violino e o bandolim.



ARTIGOS RELACIONADOS:

Pochette

Violino

Violoncelo

 

 

 

Página da rabeca:

rabeca.org

Mapa e banco de dados da rabeca brasileira, portuguesa e o rawé guarani

 






REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:

Dicionário Grove de Música, Edição Concisa, 1994 - Edição língua portuguesa, Jorge Zahar Editor

wikipedia.org

Página acessada em 28/01/2016.