ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Música do Século XX

Última modificação : Sexta, 27 Março 2015 17:35



O começo do século é caracterizado por um estado de fermentação, com a procura de novas formas de expressão, acompanhada de esforços para aprender do passado. Haendel, Bach, Palestrina, Orlando Lasso, Purcell e outros, são reeditados e estudados. A Alemanha deixa de ser o centro musical do mundo, no que diz respeito à composição, e as músicas francesa, russa e italiana encontram-se em pé de absoluta igualdade. Os franceses Debussy, Dukas e Ravel iniciam o período do Impressionismo, os russos Mussorgski e Stravinski o do Naturalismo e Scriabin o do Misticismo, ao passo que os alemães preferem o Expressionismo (Schoenberg).


Aparecem também tentativas com escalas de quartos, terços e sextos de tons, aparece a escala de tons inteiros e a Atonalidade. A grande orquestra perde em importância, a música de câmara passa a ser preferida cada vez mais e a Polifonia livre desenvolve-se em todos os terrenos de composição. Tudo isso, juntamente com a influência do Jazz e das músicas nacionais, forma a chamada Música Nova.


A popularização da música por meio de instrumentos mecânicos, pelo rádio e recentemente pelo disco, que permitem reproduções perfeitas e da mais alta qualidade artística, incentivam o interesse pela música e largas camadas populares, até então quase que completamente afastadas da possibilidade de ouvir boa música, formam um novo público de grande receptividade. Ao mesmo tempo aumenta o interesse pela parte teórica da música e todos os setores da musicologia passam por uma época de fortes impulsos.   


Fonte: Dicionário Enciclopédico da Música e Músicos – Robert Fux