ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

KODÁLY, ZÓLTAN (1881-1955)

Última modificação : Sábado, 20 Agosto 2016 15:51



MÚSICA MODERNA – DO FOLCLORE AO CLÁSSICO – C. 300 OBRAS

 

Vida. Compositor e musicólogo húngaro, Zóltan Kodály nasceu em Kecskemét a 16 de dezembro de 1882 e morreu em Budapest a 06 de março de 1967. Em 1900 passou a residir em Budapest, onde cursou a academia de música e a universidade. Nesta última especializou-se em filologia, o que mais tarde veio a se refletir nos textos de suas obras corais – as mais importantes que escreveu.

 

Projeção. A partir de 1903, Kodály dedica-se ao estudo da música popular húngara. Estreita sua amizade com Béla Bartók, de quem passa a ser colaborador nas pesquisas sobre o folclore musical dos Bálcãs. Tal colaboração teve conseqüências notáveis. Uma delas foi estabelecer a distinção entre a legítima música húngara e a música dos ciganos húngaros, que ainda o próprio Liszt havia confundido. Outra conseqüência foi a publicação de inúmeras canções populares, cientificamente comentadas. Mesmo após a morte de Bartók (1945) as atividades etnomusicológicas de Kodály continuaram intensas, trazendo-lhe vivo prestígio nos meios culturais da Hungria.

 

Paralelamente a essas atividades, Kodály foi se afirmando como compositor, sobretudo a partir do Psalmus hungaricus – trabalho grandioso, de elevado patriotismo, composto para celebrar o 50º aniversário da unificação das cidades de Buda e Pest (1923). Já no Quarteto nº2, Op. 10 (1917), sua maneira de utilizar o folclore magiar tinha-se revelado admirável. Mas é nas peças corais que alcança a plenitude de seu talento, demonstrando também o resultado dos estudos filológicos aplicados aos textos. Quase ao mesmo nível do Psalmus Hungaricus situa-se o Te Deum (1926). Muito interessante também é a ópera cômica Háry. Janós (1926), baseada em contos populares húngaros, do qual extraiu uma suíte para orquestra, conhecida em todo o mundo.

 

Sem a transcendência da obra bartokiana, a de Kodály possui, no entanto, largos méritos. Inclusive contribuiu para dar a seu país uma música autenticamente nacional. E influiu vivamente na formação dos mais novos compositores magiares.

 


Fonte: Enciclopédia Mirador Internacional