ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

GALINDO, JOÃO MAURICIO (1960)

Última modificação : Terça, 02 Agosto 2016 14:57




Nascido em 1960, em São Bernardo do Campo, estado de São Paulo,  João Maurício Galindo começou sua formação musical aos 9 anos de idade, cantando no coro infantil de sua escola, um dos últimos que ainda seguia a importante  tradição do canto orfeônico desenvolvido por Villa-Lobos desde a década de 30.




JoaoMauricioGalindo

 


Escolheu dois instrumentos: a viola, que o levou à música erudita, e a guitarra, que o levou ao jazz e à música popular brasileira.

 

Aos 17  anos ingressou no curso de Composição e Regência do então recém criado Instituto de Artes da UNESP - Universidade Estadual Paulista - curso implantado pelo compositor francês Michel Philippot.

 

Além de Philippot, com quem estudou contraponto e harmonia, foram seus principais professores o musicólogo francês Roger Cotte ( história da música e organologia),  Françoise Cotte ( treinamento auditivo e análise musical), Sérgio Vasconcelos Correa ( composição) e Samuel Kerr (canto coral).

 

Em 1983 tornou-se professor de violino e viola e regente da orquestra de alunos do Centro de Música do SESC Consolação, em São Paulo.

 

Foi violista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, sob a direção do maestro Eleazar de Carvalho (1985-1992) e violista convidado da Orquestra de Câmara de Heidelberg (1990-1992).

 

Trabalhou como diretor estável da orquestra Amazonas Filarmônica (1997-1998), Sinfônica Municipal de Santos (1999-2000), e como convidado de várias outras orquestras brasileiras, como a Sinfônica do Paraná, Sinfônica de Campinas, Sinfônica de Sergipe, Petrobrás Sinfônica do Rio de Janeiro entre outras.  No exterior dirigiu concertos com a Orquestra da Província di Bari, Orquestra de Molise (Itália) e Filarmônica de Belgrado e Orquestra Sinfônica de Roma.

 

Desde 2000 está associado à Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, formada por 82 instrumentistas, e dedicada a criar um repertório sinfônico baseado na música popular recente.

 

À frente desse trabalho de pesquisa e criação, realizou colaborações com diversos artistas como os jazzistas norte americanos Regina Carter, Diane Schuur, Stanley Jordan, John Pizzarelli e David Liebman, o cubano Paquito de Rivera, o francês Richard Galliano, o congolês radicado em Paris Ray Lema, o argentino Rodolfo Mederos, além dos mais expressivos artistas brasileiros, como João Bosco, Guinga, Paulinho da Viola, Lenny Andrade, Carlos Lyra, César Camargo Mariano, entre muitos outros.

 

Toda essa atividade não resultou apenas em concertos memoráveis, mas também em  mais de mil de partituras originais, escritas por alguns dos melhores orquestradores do país, e que são um verdadeiro legado para a cultura musical brasileira e mundial.

 

João Maurício também se ocupa da divulgação da música de qualidade a diferentes públicos, por meio de dois programas na Rádio Cultura FM de São Paulo: o "Pergunte ao Maestro" e o "Encontro com o Maestro", e um programa na TV Cultura, o "Pré-Estréia".

 

Durante 20 anos foi o Regente Titular da  Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo, formada por 70 estudantes de música e mantida pela Secretaria de Cultura do Estado. Com esta orquestra realizou a primeira audição brasileira das óperas "Le Domino Noir", de Daniel Auber, "Albert Herring", de Benjamin Britten, e a primeira audição em português, em São Paulo, de "Orfeu no Inferno", de Jacques Offenbach.

 

É co-criador, diretor musical e regente da série de concertos didáticos "O Aprendiz de Maestro", realizada na Sala São Paulo, e produzida pela TUCCA - associação sem fins lucrativos que cuida de crianças e adolescentes com câncer.

 

É autor do livro "Música - Pare para ouvir", editado pela Melhoramentos em 2009.

 

João Maurício Galindo graduou-se  mestre em musicologia pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo em 2000, tendo sido orientado pelo Prof. Dr. George Olivier Toni.

 

 

Biografia e foto enviadas ao Portal Concertino pelo maestro.