ConcertinoPortal de pesquisa da música clássica

Os mais famosos compositores da linha do tempo

Paixão

Última modificação : Quarta, 05 Novembro 2014 17:42



Conceituação. A Paixão é um oratório de natureza especial: seu texto tem como base a narração de um dos quatro Evangelhos canônicos sobre a Paixão de Cristo. O papel do narrador, que declama o texto evangélico, é recitativo, interrompido pelas árias e pelos coros. O gênero, que se adapta especificamente à religiosidade luterana, nasceu na Alemanha, no século XVII, e lá só foi cultivado durante um século, cedendo depois ao enfraquecimento do espírito religioso.

 

A Paixão na Alemanha. Dos exemplos mais antigos são duas obras da velhice de Heinrich Schütz (1585-1672); a Paixão segundo são João (1665) e a Paixão segundo são Mateus (1666). As duas obras são escritas em estilo deliberadamente arcaizante. Segue-se logo Johann Sebastian Bach com a Johannespassion (1723; Paixão segundo são João), que encontra hoje muitas preferências, e com a Mathaeuspassion (1729; Paixão segundo são Mateus), que desde sua revivificação por Felix Mendelssohn (Berlim, 1829) é geralmente considerada como uma das maiores obras musicais de todos os tempos. Durante muito tempo se acreditava que essas duas obras gigantescas estivessem isoladas em sua época. Mas em 1963, a execução, em Vevey, da Paixão segundo são Marcos (1753), de Georg Philipp Telemann (1681-1767), revelou uma obra-prima injustamente esquecida.

 

Depois de Bach. São raríssimas as Paixões que foram escritas depois da primeira metade do século XVIII. O musicólogo inglês Donald Francis Tovey elogia muito La Passione di Gesù (1750; A Paixão de Jesus), do italiano Nicollò Jommelli (1714-1774). Na era contemporânea, o gênero ressurgiu surpreendentemente, com uma obra poderosa do polonês Krzysztof Penderecki (1933- ), encomendada pela catedral de Münster, na Alemanha; Passio et mors domini nostri Jesu Christi secundum Lucam (1966; Paixão e morte de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo Lucas); a obra, com texto em latim, é escrita para três solistas, narrador, três coros mistos, coro de meninos e orquestra.


 

 

 

Fonte: Enciclopédia Mirador Internacional